quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Recomeçar sempre...


Não posso ser forte como querem,

Quero ter o direito de ser frágil,

Preciso de alguém cuidando de mim,

Sentir-me protegida e amada.

A vontade que tenho é de ficar escondida,

Trancada em um cofre,

Estar longe de tudo,

Não pensar em nada.

Tudo perde o valor neste momento,

Só me interessa agora ser feliz,

Vou buscar o que me falta,

Quero poder chorar a minha dor.

Na boca o gosto não é mais doce,

É tanto sofrimento que nasce o desespero em meu coração.

E uma tola vontade acorda de seu sono profundo,

O desejo de ser criança outra vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget