quarta-feira, 22 de julho de 2009

"Voem, versos meus, voem!




"Voe... verso meu voe!


Siga a liberdade e sinta o sabor do vento...

Eu não penso

No que sinto,

eu apenas sinto e escrevo.

Sei que as palavras
São sabias ...

Expressam o sentimento agrilhoado

E hoje a brisa me leva

A lugares onde minhas
palavras não se fazem presente

por simples arrogancia...

Meus versos são uma forma
Proibida, mas arrisco-me.


E assim escrevo sobre esse amor e
Sopro meus versos de amor até você.

2 comentários:

  1. Oi Xênia, parabéns pelo blog, e pelos escritos em si, estou te acompanhando com prazer. abraços Marco PS:foi muito bom conhecer suas páginas e saber que partilha das letras tanto quanto eu, fiquei feliz por isso.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito de seus poemas. Toda hora darei uma passadinha por aqui. Já estou te acompanhando. bjs

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget