quinta-feira, 9 de julho de 2009

Reflexão


Reflexão

O que sinto em mim será amor?

Que força terá essa paixão?

Como me livrar do vazio que vive em meu peito?

Devo esperar?

Lutar?

E se a vida estiver brincando comigo outra vez?

Seu amor devolverá meu desejo de ser plena?

Será então, que amor é uma ciência exata?

Se foi bom nos encontrar pela vida por que temos que nos explicar?

Que garantia terá o amor?

Tem prazo de validade?

Certificado ou selo de órgãos competentes?

Amor é compromisso? Com quem?

O amor é prisão?

No amor há grades, cárcere e carcereiro?

Quer dizer que o amor nasce livre e vive preso?

Eu posso aprisionar você também?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget