segunda-feira, 22 de junho de 2009

Alerta




Lá fora o povo faz festa,
Ouço suas canções alegres,
Sinto o compasso e o ritmo,
Acho que dançam, esforçam - se.

Em cada rosto vejo uma máscara,
No peito corações aflitos,
Nas mãos os calos da luta
E a fé de quem acredita.

As risadas abafam os soluços,
Esquecem se da fome, da dor.
A esperança cresce, ilusão.
No outro dia a verdade.

Aqui dentro brilha a vida...
Ainda que mal vivida.

Eu sozinha, sonho...
Esqueço que estou viva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget